Artigo| Gerenciar o tempo é um desafio diário na vida dos profissionais

Como diriam os mais velhos: “Os tempos são outros…”, “Porque na minha época…”. 

Então, tudo isso é verdade. O mundo mudou e o tempo passou rápido.

A velocidade das informações e das coisas é muito maior. Hoje, consumimos uma quantidade gigante de notícias, instruções e principalmente tarefas, e, quando vemos, não conseguimos fazer aquilo tudo que estava proposto.

Mas aí vem a pergunta: o tempo “diminuiu” ou as tarefas “aumentaram”? A exigência por performance e a quantidade de informações obrigam que tenhamos uma lista de prioridades, pois são elas que nos direcionarão na administração do tempo.

É o que afirma a professora de liderança e coaching do Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), Melissa Antonychyn: “Pesquisar, treinar e formar novos hábitos voltados para produtividade, apropriando-se de novas recompensas, conforme os ensinamentos de Charles Duhhig, e com a utilização de ferramentas de priorização.

Considero que estas são ações que nos ajudam de forma considerável na organização das nossas tarefas”. 

Mas para saber como se posicionar é necessário conhecer quais são os maiores compulsores (comportamentos, atitudes e características), que são herdados de nossos parentes e pessoas do convívio. 

Ter uma autopercepção do cenário é um passo importante para alcançar este objetivo.

Por isso, hoje, com o advento das redes sociais, é preciso ter certo cuidado no seu uso.

Estes canais podem servir de desenvolvimento pessoal, desde que sejam utilizados de forma responsável. 

Outra coisa que influencia, e muito, a realização de tarefas, e consome um tempo considerável, é o entorno do profissional.

Muitas vezes, os problemas, as pessoas e os cenários ao redor acabam atrapalhando, ou, em alguns casos, ajudando no gerenciamento do tempo.

O entrelaçamento de compulsores pode ser um ponto que atrapalha. A exigência de que sejamos perfeitos, fortes, que temos que agradar a todos, é que dificulta a gestão de nossas maiores prioridades diárias e acaba por determinar regras, normas, costumes contrários à produtividade de uma família, de uma empresa ou qualquer outro ambiente. 

Otimizar o tempo é sempre a melhor maneira para conseguir realizar tudo o que queremos.

Além de que aumenta nossa produtividade e certamente a qualidade de vida.

Algumas dicas para melhorar a gestão do tempo são ter um plano de vida com todos os seus objetivos e prioridades clarificados; apropriar-se diariamente de sua importância, ou seja, o que foi descrito no seu plano e lhe trará resultados reais. 

Fazer o que realmente vem ao encontro do que projetamos traz satisfação e, consequentemente, mais saúde, mais autoestima e produtividade.

Quando temos consciência que podemos redirecionar nosso foco e energia e até mesmo as emoções consideradas negativas e o estresse para a execução dos nossos mais nobres objetivos, percebemos o quanto temos de tempo disponível e suficiente para termos uma vida de resultados e ao mesmo tempo com muito

Artigos Relacionados

Leave a Comment