ARQUITETURA EUROPÉIA DO SÉCULO 21 – Ricardo Maluf Chaim

O Metropol Parasol é uma instigante obra arquitetônica construída em madeira, na praça La Encarnación, na parte antiga da cidade de Sevilha, Espanha. Mais conhecida como Las Setas de la Encarnación (Os cogumelos da Encarnación), a obra é considerada a maior estrutura de madeira do mundo na atualidade, projetada pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer-Hermann a obra, que tem 150 m por 70 metros e altura de 26 metros, foi concluída em abril de 2011. Quando o projeto foi apresentado aos moradores deste bairro de Sevilha em 2004, a primeira reação foi contrária a uma obra tão diferente da arquitetura tradicional do Centro, pois, tinha as estruturas em madeira e por ser grandiosa, a obra gerou desconfiança nos moradores do entorno. Porém, esta era uma proposta de revitalização da área com uma interferência impactante e com grande simbologia. A estrutura consiste em seis guarda-sóis com a forma de cogumelos de grandes dimensões, cujo desenho se inspira nas abóbadas da catedral de Sevilha e dos Ficus da praça Cristo de Burgos, próxima do local. Com o passar do tempo a obra inusitada foi conquistando os moradores não só do bairro, mas também da cidade, justamente por ter tido uma implantação suave onde o nível da rua está visualmente livre e o complexo solto do solo respeitando o gabarito das alturas das edificações existentes. Suas formas sinuosas criam aberturas e sombreamento proporcionando uma iluminação muito aconchegante tanto de dia, como também ao anoitecer. O uso da madeira ameniza a rigidez do “mar” de cimento e telhados maciçamente presentes nesta cidade medieval, o que faz do Metrosol Parasol uma referência da arquitetura europeia do século 21. Através desta impressionante estrutura, o conjunto é organizado em quatro níveis de pisos, onde o subsolo contém o Antiquarium com vestígios arqueológicos romanos e árabes em exposição. Além do museu, a cidade ganhou um mercado, uma praça elevada, bares e restaurantes dentro dos guarda-sóis e também um terraço panorâmico no topo da estrutura. Logo após sua inauguração, o Metropol Parasol cria sua “luz própria” e proporciona a exploração do potencial da Plaza de la Encarnación como grande ponto turístico e se fi rma como um centro urbano contemporâneo; cumprindo seu papel de um espaço urbano único dentro da densa trama urbana, permitindo uma variedade de atividades recreativas e comerciais e principalmente, mostrando a mágica harmonia do convívio entre o tradicional e o moderno.

Compartilhar:

Posts Recomendados

Deixe um Comentário