Líder em Destaque | Marcia Zanoni Franco

“Foi minha mãe que me apontou o caminho certo”, lembra. No início dos anos 1970, Márcia Bernadete Zanoni Franco, então com 17 anos, estava procurando seu primeiro emprego quando sua mãe comentou que havia uma vaga de auxiliar no Registro Civil e Tabelião de Charqueada, sua cidade natal. Decidida, começou a trabalhar no ramo e não parou mais. “Me apaixonei logo de cara pela profissão e por tudo que permeia essa área. Ao longo dos anos, busquei o crescimento e fui subindo degraus na minha carreira”, conta. Em 2005, Márcia foi aprovada num concurso público de Cartório e pode escolher onde iria atuar. Escolheu Piracicaba. “Nunca me arrependi da minha decisão. Fui muito bem recebida pela cidade e por seus moradores, e tenho certeza de que fiz a escolha certa.” Ao começar a nova fase de sua carreira, Márcia se tornou a primeira mulher a ser tabeliã na cidade. A partir daí, colocou em prática muitas ideias para dar continuidade ao seu crescimento pessoal e também, claro, do 3º Tabelião de Notas de Piracicaba. Com anos de experiência na bagagem, Márcia aprendeu a ler e entender pessoas com facilidade, e tal habilidade a ajudou muito quando assumiu o cartório. “Quis mudar a imagem que as pessoas têm dos cartórios, de um lugar frio e desconfortável, para a de um ambiente acolhedor”, fala. E quando entramos no 3º Tabelião, é nítido o sucesso que São quase 45 anos de experiência cartorária, e há 12 capitaneia o 3º Tabelião de Notas de Piracicaba. Para a charqueadense, uma equipe qualificada e dedicada faz toda a diferença no sucesso de um negócio. Márcia teve com esse projeto. A modernização não é somente estética, porém. A tabeliã insiste em uma estrutura completa, atual e adequada para que cada um dos seus quase 40 colaboradores trabalhe com o que há de melhor no mercado. “Não há negócio que cresça – ou mesmo sobreviva – sem investimento no seu bem maior: os colaboradores. Hoje, tenho excelentes profissionais trabalhando comigo, pois entendo a importância de investir neles, de oferecer um ambiente de trabalho positivo e encorajador”, comenta. O relacionamento da líder com seus liderados é muito aberto. Márcia não hesita em dizer que é amiga dos seus funcionários, que está sempre disposta a ouvir, a compreender as necessidades de cada um e orientá-los como puder. “Saber ouvir é uma das principais características da liderança. Acredito ser imprescindível em qualquer área conhecer quem trabalha com você e deixar claro para eles que vocês estão do mesmo lado”, aconselha.
Não é à toa que o 3º Tabelião de Notas de Piracicaba é tido como referência para outros cartórios da cidade e da região. Quando Márcia assumiu o cargo, o número total de funcionários era nove. Os quase 40 que trabalham lá hoje são prova do crescimento acelerado que a profissional e sua equipe fizeram – e fazem – acontecer. “É impossível tomar crédito por algo que não realizei sozinha. Meu time é excelente, me sinto muito feliz como líder por saber que tenho uma equipe de qualidade ímpar, que me deixa confiante de que tudo está feito da melhor maneira possível e com os olhares atentos para o que acontece no setor”, elogia. A motivação para uma equipe afiada é constante, e inclui incentivo contínuo para o desenvolvimento pessoal de cada um. “Tenho vários funcionários que se formaram com a ajuda do cartório, é uma grande satisfação ver meus colaboradores comprometidos com sua profissão e seu próprio crescimento, além do coletivo”, fala.
Para ela, estudar e adquirir conhecimento são atitudes para a vida, e procura sempre se aprimorar na sua profissão através de cursos, workshops e muita leitura. “Gostaria de ter mais tempo para investir em mim mesma, estou pensando em fazer uma pós-graduação em breve”, diz. Novos líderes devem, segundo Márcia, se atentar em distribuir responsabilidades e saber cobrar. “Algumas atitudes fundamentais, quando se assume um cargo de liderança, são buscar constantemente o conhecimento, compartilhar com seus liderados, e ser companheiro sempre que possível. Ter orgulho de fazer parte da sua equipe também é imprescindível”, comenta. Para ela, grandes carreiras pedem muita dedicação e resiliência, e aprender a lidar com perdas e ganhos é fundamental.

Compartilhar:

Posts Recomendados

Deixe um Comentário